04 out

NÃO ERGA A VOZ, MELHORE O SEU ARGUMENTO

2-10-comportamento

Você não se fará compreender melhor erguendo a voz. O grito agride e humilha, se transformando assim em um tipo de comunicação agressiva bastante comum em muitas dinâmicas familiares. O grito não educa, nem edifica um relacionamento amoroso saudável, ao contrário, o grito se transforma frequentemente no tipo de maus-tratos invisíveis mais comum. O melhor sempre será manter o tom e melhorar o argumento.

Albert Mehrabian é um psicólogo especialista em comunicação não verbal. Na maioria dos seus trabalhos sobre o tema ele destaca a relevância do tom na hora de manter um diálogo empático e, ao mesmo tempo, assertivo. Tanto é assim que em qualquer processo de comunicação apenas 7% do significado se deve às palavras, o resto depende do tom de voz e da linguagem corporal.

Uma voz carregada de ira e desprezo jamais superará o domínio sutil dessa voz clara que sabe se fazer entender com respeito e delicadeza. A comunicação é uma arte que nem todos sabem usar.

Acredite se quiser, todos nós cometemos erros na hora de nos comunicar. As ironias, os duplos sentidos, os gritos e a incapacidade de fazer uso eficaz da comunicação emocional costumam ser sem dúvida os fatos mais comuns.

Nunca devemos erguer a voz a uma criança

O estilo de comunicação com o qual se educa uma criança costuma ter grandes implicações no seu desenvolvimento pessoal e emocional. É comum, por exemplo, encontrar nas salas de aula alunos retraídos caracterizados por uma baixa autoestima por causa de pais que exercem rotineiramente uma comunicação agressiva baseada em ordens e ameaças.

Isso não é o correto. Agora, um fato que é preciso considerar é que muitas vezes podemos perder a paciência e acabar erguendo o tom com os pequenos. Não é necessário sermos “pais autoritários” para cometermos o erro de recorrermos a um grito para que a criança obedeça. Todos sabemos disto e sempre procuramos que isso não aconteça.

Consequências de gritar com as crianças

Especialistas em terapia de comportamento infantil falam da necessidade de não gritar com os filhos ou alunos pelos seguintes motivos:

Cada vez que você for realizar uma correção, pare para pensar nas consequências que esta pode provocar na criança. Nós somos o seu modelo a imitar.

Educar com gritos fará que no início a criança se assuste e obedeça, mas pouco a pouco irá produzir uma “tolerância” nos mesmos. Será preciso gritar mais e mais, e o mais provável é que eles também gritem conosco.

O grito acaba se transformando em um modelo de comunicação que nossos filhos assumirão com o passar do tempo.

O uso abusivo do grito traz outras consequências: a criança deixará de relacionar esse tom elevado com uma bronca, deixará, portanto, de empatizar com as pessoas e de entender quando alguém está bravo ou quando lhe fala normalmente.

Os gritos são um tipo de maus-tratos, é preciso ter isso claro. Uma comunicação persistente baseada no grito gera em uns muitos casos uma baixa autoestima e depressão em adolescentes, assim como revelou uma pesquisa realizada na Universidade de Michigan (EUA).

Desça o tom, melhore o seu argumento

Nos casais, os gritos podem ser autênticos alfinetes que se cravam no interior para ferir a integridade e fazer sangrar a autoestima. É uma conduta destrutiva que não deve ser tolerada. Porque quem ama respeita, quem gosta não agride, e a comunicação agressiva machuca.

Também é verdade que há quem já tenha se acostumado a erguer a voz, a pensar que só por gritar irá impor sempre a sua verdade e a sua razão, por isso é necessário refletir sobre a necessidade de descer o tom, melhorar o argumento e fazer uso da comunicação emocional. Estes são os pilares básicos:

Descreva comportamentos e não pessoas

O simples fato de comparar a outras pessoas é, sem dúvida, uma falta de habilidade emocional e comunicativa: (você é burra como a prima do fulano, falso como meu colega de trabalho).

Não é adequado; não faça isto, nem permita que o façam com você. É mais construtivo melhorar seu argumento e definir comportamentos: “não gosto que você não seja sincero comigo, você tem que procurar me falar a verdade”.

Faça uso de verbos que permitam uma conexão emocional

As emoções se contagiam e as palavras são autênticas canalizadoras de emoções positivas que todos temos ao alcance das nossas mãos. Por que não fazemos uso delas?!

>Eu gosto que…

>Eu acho, acredito…

>Eu gosto da forma como…

>Sinto que…

>Acho que…

Um tom que traga calma.

Com um tom adequado você pode seduzir, acalmar, oferecer confiança e criar uma proximidade adequada. Um grito, ao contrário, fará que você provoque a raiva, a desconfiança, e o temor no seu interlocutor. Não é construtivo nem respeitoso, e por isso você precisa administrar as suas próprias emoções e ter um controle sobre este aspecto.

As palavras mornas, relaxadas e dotadas de um bom argumento e respeito são laços que nos unem com as pessoas que amamos.

A verdadeira comunicação não se faz falando ou gritando, a comunicação começa sempre sabendo ouvir a partir do coração.

Fonte:http://www.resilienciamag.com/nao-erga-voz-melhore-o-seu-argumento/

27 set

VOCÊ TOMA ÁGUA COM GÁS? TEMOS UMA PÉSSIMA NOTÍCIA PARA VOCÊ:

26-9-saude-aguacomgas

Você provavelmente abandonou o refrigerante do seu cardápio para levar uma vida mais saudável. Nesse meio tempo, encontrou a água com gás. Esse é um caminho que muitas pessoas costumam tomar, literalmente, para eliminar todo aquele açúcar industrial de sua rotina.
Para não sentir tanta falta daquelas bolinhas de gás que explodem na boca, muitas pessoas trocam o refrigerante pela água com gás. Afinal de contas, é água. E, portanto, é saudável. Certo?
Bem, começamos essa matéria lamentando por tirar mais um produto que você ama da sua lista de supermercado.
Segundo artigo publicada pelo tabloide britânico Daily Mail, os dentistas alertam que a água com gás na realidade, “é mais ácida que o vinho e o vinagre”. E portanto, pode apodrecer o nosso sorriso.
“As bolhas podem corroer o esmalte de seus dentes – e com o tempo isso causa dor, e dentes trincados amarelos,” explica o doutor Adam Thorne, dentista britânico.
Numa escala de acidez, a água com gás alcança o nível alarmante de pH 3. Sendo 7 o pH neutro.
Outras bebidas como suco de laranja apresentam pH 3,4. O vinho tem pH 3,6. A coca diet tem o mesmo pH da água com gás (3). Ou seja, quanto menor o pH, pior. E sendo assim, a água causa tanto mal quanto a coca zero.
Mas se você não se preocupa tanto com sua saúde bucal, esse não é o único problema da água gaseificada. É que ela também pode te engordar.
De acordo com o jornal New York Post, cientistas realizaram um estudo e verificaram que mesmo a água com gás não tendo calorias, ela pode acrescentar aqueles quilinhos a mais na balança.
A pesquisa indica que o dióxido de carbono presente na bebida causa uma sensação de “estômago vazio” o que aciona diretamente os “hormônios da fome”.
Sendo assim, quem bebe água com gás pode acabar comendo mais do que quem bebe água normal.
E o mesmo acontece com quem bebe refrigerantes de zero calorias. Porque os açúcares artificiais matam as bactérias boas do nosso estômago e acabam fazendo uma confusão tremenda na digestão dos alimentos.
Não é fácil se manter saudável. O que hoje é consenso e nós consideramos bom, amanhã cai por terra.
E você? Vai largar a água gaseificada depois dessa notícia?

Fonte: http://www.resilienciamag.com/voce-ja-tomou-ou-toma-agua-com-gas-temos-uma-pessima-noticia-pra-voce/

21 set

5 HÁBITOS SIMPLES PARA ACABAR COM O CANSAÇO EXCESSIVO

20-9-cuide-se_cansaço

Viver cansada, com sono e sem disposição não é nada bom para a saúde – felizmente, mudar de cenário pode ser mais fácil do que você imagina.
Não é difícil encontrar pessoas que, mesmo conseguindo dormir bem todas as noites, estão sempre cansadas, com sono e sem muita disposição para realizar as tarefas de todo dia.
Se isso acontece com você também, não é novidade o fato de que esse cansaço excessivo e constante nada faz além de atrapalhar a sua vida e de prejudicar a sua produtividade seja na hora de trabalhar, de estudar, de cuidar dos filhos e até mesmo de aproveitar um dia ensolarado ao lado da família ou dos amigos.

Com esse problema em mente, não adianta em nada desanimar e deixar que o cansaço tome conta e que as coisas continuem como estão, com a sensação de que a energia está sempre prestes a chegar ao fi

Felizmente, existem maneiras de resolver o problema, e as dicas que daremos a seguir prometem ser a solução que você talvez acreditasse que nem existia

Tudo o que você precisa fazer, no final das contas, são algumas mudanças pequenas e sutis em sua vida, para que elas tenham como efeito um ganho extra de energia e disposição. Ao adotar pequenos hábitos, como beber mais água e ficar mais tempo longe das redes sociais, você acaba ajudando seu corpo a trabalhar melhor e, por consequência, esse cansaço excessivo, que mais parece um urso sentado em seus ombros, acaba indo embora. Confira que dicas são essas e depois nos conte se você vai colocá-las em prática:

  1. Beba mais água

O inverno está acabando, e com as temperaturas mais altas, seu corpo vai pedir mais água, o que é ótimo. No entanto, não é preciso esperar sentir sede para tomar um belo copo de água, pois mesmo quando há uma leve desidratação, nosso corpo já fica com o humor afetado, com dificuldades de produzir pensamento crítico e com baixos níveis de energia. O ideal é tomar entre dois e três litros de água por dia, então deixe sua garrafinha de água sempre cheia e por perto.

  1. Como está o seu colchão?

Dormir mal é certeza de que o dia seguinte não será muito produtivo, não é mesmo? Por isso é fundamental cuidar bem do espaço onde você dorme, para que ele seja confortável, e um dos grandes focos nesse sentido é o seu colchão, certamente. Pessoas adultas devem dormir entre sete e nove horas por noite, então se você acorda com dores nas costas ou no pescoço, talvez esteja na hora de trocar seu colchão, especialmente se ele já estiver com sinais visíveis de desgaste.

  1. Não deixe de tomar café da manhã

Na correria de todo dia, não é difícil encontrar pessoas que preferem ativar a função soneca algumas vezes a ter um tempo em casa para tomar café com calma. Infelizmente, essa não é uma boa ideia – a primeira refeição do seu dia é o que ajuda seu corpo a ter energia e, inclusive, a ter um bom desempenho cognitivo. Para escolher opções saudáveis dessa refeição, inclua frutas, cereais integrais e não inclua açúcar.

  1. Movimente o corpo

Sabia que fazer uma caminhada é melhor do que tirar uma soneca se a ideia é repor as energias? Um estudo realizado pela Universidade da Georgia revelou que colocar o corpo em movimento melhora não apenas o humor como também a sensação de energia em alta.

Se possível, faça algumas caminhadas curtas no meio do dia, de pelo menos 20 minutos, ou aposte em uma boa pedalada. Atividades físicas também fazem com que o seu sono à noite seja mais proveitoso.

  1. Desconecte-se

A gente sabe que é bacana conferir suas redes sociais e seus sites favoritos, mas é preciso que exista equilíbrio, justamente para que seu cérebro e seus olhos não fiquem sobrecarregados e, por consequência, você se sinta cada vez mais sem energia.

Deixe o celular, o tablet e o computador de lado um pouco, concentre-se nas tarefas do seu dia, nas pessoas ao seu redor. Pode parecer pouco, mas diminuir seu ritmo em termos de uso da tecnologia é uma forma incrível e eficiente de se sentir menos cansada ao longo do dia. Não custa tentar!

Simples né? Então agora é só colocar em prática essas pequenas ações e conquistar uma vida mais leve!

Fonte: https://www.dicasdemulher.com.br/cansaco-excessivo/

 

13 set

OS 10 BENEFÍCIOS DO TOMATE PARA SAÚDE

12-9-saude-tomate

O tomate é um fruto de formato arredondado e de cor vermelha. Esse fruto é rico em licopeno, um agente antioxidante e anticancerígeno que intervém nas reações em cadeia das moléculas de radicais livres.

O suco de tomate puro servido com salsa ajuda a dissolver cálculos renais. Além disso, é ótimo para combater as infecções e exerce efeito anti-séptico no corpo, neutralizando resíduos ácidos.

Então, confira os 10 benefícios do tomate para saúde:

1.Benefícios do Tomate na Prevenção do Câncer: Os Tomates são uma grande fonte de antioxidantes e fitonutrientes, ambos associados na redução do risco de câncer. Embora os tomates estão sendo vinculado a vários tipos de prevenção do câncer, eles também têm efeitos sobre o câncer de próstata. O fito-nutriente alfa-tomatina tem sido comprovado que alterar o processo de desenvolvimento de células cancerígenas da próstata.

Um estudo mostrou que quatro porções de tomate por semana para os homens ajudam a reduzir os riscos de câncer de próstata em 40%. Devido um antioxidante chamado de licopeno que também ajuda na prevenção do câncer no pâncreas. Além disso, O Tomate também têm sido associados com a prevenção do câncer de pulmão em vários estudos.

2.Tomate é Rico em antioxidantes: Os tomates são muito ricos em antioxidantes, os três mais comuns, e muitos poderosos são: Vitamina C, vitamina A e beta-caroteno. Ele também contém boas quantidades de Manganês e vitamina E. No entanto, ele é rica em licopeno, um composto antioxidante que torna uma estrela real no grupo dos antioxidantes. O licopeno está associado à redução do risco de doença cardíaca, os níveis de colesterol, possui propriedades anti-inflamatórias e ainda ajuda na prevenção de doenças relacionadas com a idade, como a degeneração macular.

3.Benefícios do Tomate Para o Coração: O licopeno, Vitamina C e outros antioxidantes são os principais encontrado no tomate e são conhecidos por melhorar a saúde cardiovascular, adicionando oxigênio para a corrente sanguínea, melhorando o fluxo sanguíneo e a circulação, diminuindo os níveis de colesterol e melhora os perfis sanguíneos de gordura.

4.Tomate Melhora a Saúde Óssea: Os Antioxidantes como o licopeno pode ser essencial na manutenção dos ossos, porque ajudam a prevenir o estresse oxidativo nos ossos. Os altos níveis de Potássio encontrado no tomate podem também promover a boa saúde dos ossos.

5.Tomate é um Agente Anti-inflamatórios: Os tomates contêm vários carotenoides considerados agentes anti-inflamatórios eficazes. Os vegetais com níveis elevados de antioxidantes são considerados por ser benéficos para a inflamação nos órgãos.

6.Tomate é Ricos em Potássio: Os Tomates são ricos em Potássio, uma vitamina encontrada frequentemente deficientes na dieta humana. Níveis baixos de Potássio têm sido associados com a hipertensão arterial, doença cardíaca, derrame, artrite, câncer e distúrbios digestivos.

7.Tomate Melhora a Saúde dos Olhos: Pesquisas já ligaram os antioxidantes presente no tomate com redução do risco de degeneração macular. Pois, o licopeno e a vitamina A tem efeitos positivos sobre os olhos.

8.Benefícios do Tomate Para os Diabetes: Os tomates são uma boa fonte do mineral cromo, que pode ajudar os diabéticos a regular os níveis de açúcar no sangue.

9.Doença de Alzheimer: Alguns estudos têm relacionado o consumo de tomate com redução do risco da doença de Alzheimer e o aumento da função neurológica. No entanto, mais estudos são necessários para comprovar esta conexão.

10.Benefícios do Tomate na Perda de peso: Dietas contendo tomates têm sido associadas à redução do risco de obesidade. Mais estudos são necessários para confirmar a ligação entre perda de peso e consumo de tomate, no entanto, o tomate é de baixo teor calórico, É uma comida rica em nutrientes que os torna um complemento saudável para qualquer programa de perda de peso eficaz.

Cozidos são bem melhores!
Outra característica observada pelos estudos foi que o calor aumenta a biodisponibilidade do licopeno, ou seja, esse fitoquímico é melhor absorvido pelo nosso organismo quando os tomates são cozidos. Sendo assim, capriche nos molhos e sopas de tomate.

É importante mencionar que o processo de industrialização do tomate, para a elaboração de molhos prontos, catchup e outros, não destrói o licopeno, mas… fique de olho nos rótulos e escolha aqueles com menores teores de calorias e sódio.

Fonte: http://www.saudedica.com.br/os-10-beneficios-do-tomate-para-saude/
https://belezaesaude.com/tomate/

06 set

ÓLEO DE AMÊNDOAS PARA PELE E CABELOS

5-9-beleza-oleo-amendoas

O óleo de amêndoas é um desses ingredientes que nunca faltava nos conselhos de beleza de nossas avós. Extremamente versátil, podemos usá-lo para melhorar a pele, cabelo ou fazer uma boa massagem.

A maior fama do óleo de amêndoas é pela prevenção de estrias no período da gravidez, mas muita gente não sabe o quanto ele ele é muito bom para os cabelos e a pele.

O óleo de amêndoas é um excelente hidratante e ajuda também a reduzir a inflamação da pele (experimente colocar algumas gotas do óleo no seu creme de uso diário, e rapidamente notará como a sua pele fica mais sedosa e saudável!). É também um ingrediente essencial nas máscaras para o cabelo. Justamente pelas suas propriedades hidratantes, é perfeito para combater os danos causados pelo excesso de sol ou as baixas temperaturas.

Nada mais delicioso que uma massagem caseira bem feita. Mas para isso não precisa comprar cremes caros: um pouco de óleo de amêndoas é suficiente! O resultado é garantido: uma pele suave e macia!

O óleo de amêndoas doce 100% puro é rico em vitamina A, B1, B2 e B6 e riquíssimo em vitamina E, por isso é considerado um poderoso antioxidante.

Benefícios do Óleo de Amêndoas

.Hidrata e amacia a pele
.
Previne rugas e melhora a elasticidade da pele
.Prevenção de estrias
.
Anti-inflamatório e calmante para pele
.
Óleo de massagem corporal
.
Recupera a oleosidade natural da pele ressecada
.
Removedor de maquiagem (não irrita os olhos)
.
Hidrata as cutículas
.
Hidrata regiões ásperas como cotovelos, joelhos, pés
.
Hidrata os cabelos profundamente
.
Recupera os fios ressecados
.
Tira o volume e frizz dos cabelos
.
Doma os cachos
.Dá brilho e suavidade aos fios

Como usar o óleo de amêndoas na pele?

O melhor momento para aplicação do óleo de amêndoas é após o banho. Os poros estão mais abertos e o produto consegue penetrar bem na pele. Prefira fazer isso durante a noite, quando o corpo está menos exposto a partículas de poeira e poluentes, que podem acumular na pele.

Para as regiões bem ressecadas e descamadas da pele, passe o óleo de amêndoas puro na pele e faça leves massagens até a completa absorção do óleo.

Para hidratar o corpo, pode acrescentar algumas gotas ao seu hidratante corporal.

No caso das estrias, massageie o óleo puro na região, o óleo de amêndoas não vai eliminar suas estrias, ele é um ótimo preventivo.

Para ajudar retirar a maquiagem, passe um pouco do óleo no rosto e faça leves massagens. Retire o excesso do óleo com um papel toalha e em seguida lave o rosto com sabonete.

Para cutículas ressecadas, passe algumas gotinhas nelas e massageie, preferencialmente antes de dormir.

Para quem é fã de aromaterapia, o óleo de amêndoas é um excelente óleo carreador, utilizado como base para diluição dos óleos essenciais que, sozinhos, são muito concentrados.

Como usar o óleo de amêndoas nos cabelos?

Para fazer umectação: Aplique o óleo de amêndoas nos cabelos sujos e secos do comprimento até as pontas, mecha por mecha, inclusive no couro cabeludo. Deixe por aproximadamente 30 minutos. Em seguida, lave com shampoo e condicionador normalmente.

No condicionador: Coloque uma colher de chá no seu condicionador (para cada 250 ml).

Contra caspa e queda: Aplique o óleo de amêndoas na raiz dos cabelos e massageie bem. Deixe agir por 5 minutos e depois, com um pente fino penteie bem puxando da raiz em direção às pontas. As caspas vão sumir aos poucos. Em seguida, lave os cabelos com um shampoo anticaspa, massageie bem e enxágue. Finalize com um condicionador apenas nas pontas e enxágue bem.

Para fios longos e com pontas bem ressecadas, antes do dormir passe umas gotinhas nas pontinhas e faça leves massagens para o óleo penetrar nos fios. Isso ajuda a evitar que os fios se quebrem durante a noite.

Passar o óleo puro diretamente nos cabelos pode até proporcionar recuperação de fios danificados e diminuição do volume, e ficam sim brilhosos e sem aparência quebradiça. Apesar disso, não é recomendável a aplicação direta do óleo no cabelo, que pode deixá-lo com aparência pesada e gordurosa. O melhor é sempre usar e depois lavar normalmente.

Fonte: https://belezaesaude.com/oleo-amendoas/

30 ago

4 MANEIRAS DE ACALMAR UMA CRIANÇA CHORANDO!

30-8-comportamento

As lágrimas infantis provocam nos pais diferentes sentimentos: desde compaixão e pena, até a irritação e impotência. O Incrivel.club te conta como acalmar uma criança em diferentes situações e mantendo sempre a calma.

O choro pueril pode aparecer por diferentes motivos: se a criança se machuca, se alguma coisa dói, se está assustada ou quer que lhe comprem um brinquedo. Em cada situação é necessário escolher uma forma adequada de agir, mas lembre-se: não é bom subestimar os sentimentos da criança e os abraços são necessários sempre.

  1. Redirecione a atenção

. Distrair uma criança chorando é possível e para isto existem múltiplas maneiras. O importante é ganhar sua atenção com algum assunto interessante para que ela se esqueça de suas lágrimas.
. Leve em seu bolso ou bolsa um objeto interessante que a criança não tenha visto antes: uma pena divertida ou um pequeno brinquedo que “comece a falar“ com o pequeno que está chorando, bem como consolá-lo ou contar-lhe uma história.
. Faça uma pergunta complicada que faça com que ele preste atenção e force a sua interação com os adultos: ”Olha só que carro legal está passando na rua. Você pode me ajudar a descobrir de que marca ele é?”

  1. Invente um ritual

. Se o choro da criança se produz, não por um motivo, e sim por birras ou vontade de fazer algo, você pode inventar um ritual divertido para se desfazer das lágrimas, por exemplo, ligando um secador de cabelos, que vai “secar lágrimas“ ou ”expulsar a chatice” ou ainda lhe dar “um remédio contra o mal humor”: um doce ou uma bala que a criança goste, mas não coma sempre.

  1. Fale sobre os seus sentimentos

. Quando a criança chora, ela experimenta emoções verdadeiras, que na realidade não são diferentes dos sentimentos de um adulto. Quando lhe dizemos “pare de chorar já“ ou ”não é pra tanto“, nós estamos nos negando a reconhecer os sentimentos da criança e a deixamos sozinha com suas frustrações.
. No lugar disso, tente ajudar seu filho a entender o que está acontecendo e o que ela está sentindo. Olhe para ele de frente, se abaixe à altura de seus olhos, abrace-o ou pegue em suas mãos e explique seus sentimentos.

A psicóloga russa Yuliya Gippenreyter, em seu livro “Como tratar uma criança?”, coloca como exemplo o seguinte diálogo:

Filho: ”Levaram meu brinquedo! “
Pai: ”Você está muito triste e bravo com ele, não é?”

Desta maneira, você demonstra que está sintonizado na mesma onda emocional da criança, a escuta e aceita a sua frustação.

  1. Pare as lágrimas com abraços

Se o pequeno não consegue ouvir suas palavras e fica histérico, inclusive em público, é difícil que você consiga manter a calma. Mas é necessário fazê-lo. Não grite com a criança, nem exija que ele se acalme imediatamente, mesmo porque você não terá nenhum resultado. Ao invés disso, é importante seguir alguns passos simples:

Abrace seu filho.

. Não lhe faça perguntas pois as palavras trarão uma carga adicional ao cérebro, que já está sobrecarregado. É melhor ficar calado.

. Respire profundamente e de maneira uniforme.

. No mesmo ritmo da respiração, acaricie seu filho.

. Deixe que ele chore o quanto for necessário.

. Depois de um tempo, comece aos poucos a usar palavras de consolo.

. Lave o rosto e dê a ele algo de beber.

. Fale sobre a situação apenas quando a criança esteja totalmente tranquila.

Como prevenir as birras?

Às vezes é possível prevenir as lágrimas e birras, simplesmente sem fazer aquilo que as provocam e mediante o estabelecimento de regras de comunicação com a criança.

Siga uma rotina diária. Às vezes, o que dispara o gatilho das lágrimas nas crianças é o cansaço, a fome ou a excitação devido a jogos muito atrativos e barulhentos. Assegure-se de que o seu filho faça as coisas a seu tempo e em seu ritmo: comer, beber, dormir, passear e se comunicar.

Não o proíba de fazer tudo. Deixe que a criança saiba claramente o que ela não pode fazer: atravessar a rua sozinha, encostar no forno quente, etc. Se, em resposta à sua proibição, ela começa a chorar, abrace-o e ajude-o a acabar com as “lágrimas de futilidade“, já que nem todas as coisas que ela quer são possíveis.

Dê a ele o direito de escolher. No lugar de forçar seu filho a fazer aquilo que ele não quer, ofereça a ele uma alternativa. Por exemplo, se ele se negar a recolher os brinquedos, você pode perguntar: ”Que musiquinha nós vamos cantar para recolher os brinquedos? A do gatinho ou a da estrelinha?“

Transforme algo chato em uma brincadeira divertida. Ao invés de lavar as mãos, ele pode “dar banho nos carrinhos” e durante a escovação dos dentes, a escova poderia ”falar“ com os micróbios descontentes pela presença da pasta de dentes.

Não diga não. Substitua a negação direta por outras palavras: ”provavelmente“, “nós já vamos descobrir”, “daqui a pouco“, ”depende se…”.

Espere alguns minutos. Se o seu filho se negar a fazer alguma coisa, não insista de imediato. Confirme o seu pedido depois de algum tempo e utilize palavras novas.

Coloque essas regras em prática e você se surpreenderá com os resultados. Compartilhe!

Fonte:https://incrivel.club/inspiracao-criancas/4-maneiras-simples-de-acalmar-uma-crianca-chorando-em-um-minuto-295560/

23 ago

SEU CABELO TEM MUITO FRIZZ? 7 DICAS PARA BARRAR O PROBLEMA

23-8-beleza-frizz

Os tão indesejados cabelos arrepiados ganham esse famoso “frizz”, principalmente, por causa da falta de hidratação. É por isso que os cabelos porosos, desidratados e secos são os mais propensos a armazenarem essa energia estática.

Isto acontece porque quando o cabelo está desidratado, sua fibra capilar resseca e o atrito entre os fios acaba causando a eletricidade e causando o tão temido “arrepio”. O uso frequente de secador e chapinha intensifica o problema.

Como combater os cabelos arrepiados?

  1. Cuide dos fios
    Quanto mais macio o cabelo, menos propenso ao frizz. Por isso, importante ficar atento ao pH do shampoo e outros produtos capilares, além de hidratar sempre os fios. Evite produtos que contenham álcool, além de tomar banhos muito quentes e abusar de fontes de calor. Aposte nos cremes para pentear e condicionadores com alto poder hidratante, como leave-in, sérum, cremes anti-frizz e finalizadores.
  2. Use óleo de coco
    Experimente esfregar uma quantidade de óleo do tamanho de uma moeda de 5 centavos entre as suas mãos, tocando suavemente do meio do comprimento dos cabelos para as pontas. Além de controlar o frizz, o hábito aumenta o brilho dos fios.
  3. Enxágue com água fria
    Após lavar o cabelo evitando sempre a água muito quente, enxágue os fios com água fria antes de desligar o chuveiro. Isso ajuda a selar as cutículas e combater os fios arrepiados.
  4. Evite esfregar os cabelos
    O hábito de esfregar muito ao lavar, na hora de secar ou pentear, os torna mais frágeis e aumenta o risco de quebra. Ao sair do banho, retire a umidade apenas apertando e pressionando os fios contra a toalha.
  5. Não durma com o cabelo molhado
    Os fios molhados exigem o máximo da sua capacidade elástica e quebram com muito mais facilidade. Além disso, o atrito com a faz com que eles amanheçam com frizz antes mesmo de secar.
  6. Troque as fronhas de algodão
    As opções de fronhas feitas de seda ou cetim podem contribuir para evitar frizz. Esses materiais retiram menos umidade dos fios, deixando-os hidratados por mais tempo.
  7. Socorro em emergências
    Em dias úmidos e chuvosos, aposte em produtos com agentes catiônicos, que depositam uma camada de silicone na superfície dos fios, repelindo a umidade. E numa emergência, rabo de cavalo e coque banana, aquele com lápis, são soluções rápidas e elegantes.

FONTE:http://www.vix.com/pt/beleza/549148/seu-cabelo-tem-muito-frizz-dizemos-a-causa-e-ensinamos-7-dicas-para-barrar-o-problema

16 ago

ALIMENTOS RICOS EM FIBRAS: CONHEÇA OS 10 TIPOS QUE NÃO PODEM FALTAR NA SUA DIETA

16-8-fibras

As fibras são famosas por seus benefícios ao trânsito intestinal – mas não é só isso. De origem vegetal, elas ainda auxiliam na prevenção e tratamento de doenças cardiovasculares e diabetes; no controle do colesterol sanguíneo; e até mesmo na prevenção e no combate à obesidade, segundo o nutricionista Bruno Yamada, gerente de produtos dos restaurantes Seletti.

Alimentos ricos em fibras: conheça 10 deles e saiba como usá-los na sua dieta

O endocrinologista Alfredo Cury, do Spa Posse do Corpo, explica ainda que as fibras podem ser de dois tipos. “As solúveis (se transformam em gel, permanecendo mais tempo no estômago e dando uma sensação maior de saciedade) e as insolúveis, que dão textura firme a alguns alimentos, como o farelo de trigo, frutas, legumes e verduras. Estas ajudam o intestino a funcionar melhor, pois retêm uma quantidade maior de água”, diz.

“Como a industrialização de alimentos tem levado ao consumo cada vez maior de produtos processados, pobres em fibras alimentares, faz-se muito necessário o consumo de alimentos ‘in natura’ e produtos ricos em fibras”, alerta a nutricionista funcional Cinthia Leitão. Segundo o departamento norte-americano de controle de alimentos e medicamentos, o FDA, o consumo ideal de fibras deve ser superior a 25g por dia. Mas como inserir esse nutriente na alimentação?

Alimentos da moda: será que eles ajudam na sua dieta? Confira

O ideal, segundo Cinthia, é incluir as fibras alimentares na dieta gradativamente, para evitar a sensação de inchaço ou dores provocadas por gases; e consumir os alimentos ricos nestas substâncias junto com água – o que dilui as fibras solúveis formando o “gel” responsável por melhorar o trânsito intestinal e trazer os outros benefícios ao corpo. Aliás, as fibras não oferecem calorias ao nosso corpo, já que não são absorvidas pelo organismo. Assim, elas são uma arma até para ajudar o emagrecimento.

Abaixo, Alfredo Cury e Cinthia Leitão sugerem uma lista de alimentos ricos na substância.

1-Feijão preto (15g de fibras a cada xícara)

Além de rico em fibras, ele tem a mesma quantidade de proteínas e sua cor escura sinaliza um alto teor de flavonoides, potentes antioxidantes. Evite o preparo com bacon e carnes gordurosas.

2-Outros grãos

Além do feijão, ervilha (8g de fibras a cada xícara); grão-de-bico (8g a cada ¾ de xícara); e lentilhas (15,6g de fibras a cada xícara) são outras possibilidades para variar o consumo diário de grãos.

3-Sementes e cereais

A chia (6,2g de fibras por colher de sopa); a linhaça (33,5g de fibras em 100g); e a aveia crua (9,1g de fibras em 100g do produto) são boas fontes de fibras alimentares e podem ser acrescentadas a iogurtes, saladas, sucos, vitaminas, cereais e massas de pão e bolo.

4-Batata Doce (5g de fibra em uma unidade média do alimento)

Além de fibras, ela também é fonte de ferro, vitaminas A e C e potássio, e tem alto teor de vitamina E.

5-Frutas

Algumas delas são ótimas fontes de fibras, como a goiaba (10g de fibras a cada unidade), maçã (5g de fibra em uma unidade média), pera (5,5g de fibra em uma unidade média) e abacate (10g de fibras por unidade).

Uma dica é consumi-las com as cascas, desde que bem lavadas, no caso de maçãs, peras e goiabas. O abacate também é fonte de gorduras monoinsaturadas, que ajudam a aumentar o colesterol bom e diminuem o risco de doenças cardíacas.

6-Brócolis (5,1g de fibras em cada xícara do alimento cozido, segundo o endocrinologista)

“Pesquisas recentes apontam que o brócolis ajuda a prevenir o câncer”, alerta Cury. Uma boa dica é misturar o vegetal a outros preparos, como na receita de arroz de brócolis.

7-Milho (3,5g de fibras em 3 xícaras de milho cozido)

“Na hora de escolher um petisco na praia ou preparar um lanchinho em casa, pode aproveitar as fibras do milho cozido. Mas nada de acrescentar manteiga ou muito sal”, alerta Cinthia.

8-Alcachofra (10,3g de fibras em uma unidade cozida)

O alimento é rico em silimarina, um antioxidante que pode melhorar a saúde do fígado.

9-Soja (2,5g em 40g do alimento)

Auxilia também na redução dos níveis do colesterol ruim, o LDL, e ajuda a elevar os níveis de HDL, o colesterol bom. O alimento também possui isoflavonas, substâncias que ajudam a atenuar os efeitos da menopausa e evitar a perda de massa óssea.

10-Abóbora (3g de fibra por xícara do alimento cozido)

Com ela você também obtém vitamina A em grande quantidade, além das vitaminas C e E, e potássio.

Fonte:http://gnt.globo.com/bem-estar/materias/alimentos-ricos-em-fibras-conheca-os-10-tipos-que-nao-podem-faltar-na-sua-dieta.htm

09 ago

BENEFÍCIOS DO LIMÃO

9-8-limao-saude

Como você começa o dia? Eu começo sempre com um limão, veja abaixo o porquê!

O limão é uma maravilha da natureza. Pode ser considerado o pai dos frutos curativos, sendo impressionante a quantidade e variedade das suas aplicações.

Existe um princípio ativo chamado d-limoneno (presente na casca) que ajuda a combater a ansiedade, depressão, excesso de colesterol LDL (ruim), auxilia no controle do ácido úrico e até mesmo previne o câncer.

>. A fruta é rica em vitamina, tiamina, riboflavina, fósforo, silício, cálcio e ferro. Todos esses nutrientes desempenham papeis fundamentais para o organismo se manter saudável.

>. Outro benefício da fruta é o sistema imunológico, que fica mais ativo contra agentes nocivos. Sendo assim, esse alimento é poderoso para prevenção de gripes e outras doenças virais.

>. Para aqueles praticantes de atividade física e atletas, estudos indicam que um copo de limão pela manhã, melhora a performance e a qualidade corporal.

>. Nutrientes presentes no limão ajudam na prevenção de diabetes e hipertensão arterial além de melhorar o funcionamento do fígado (órgão essencial para o metabolismo).

>. Essa fruta possui flavonoides, que são antioxidantes que previnem a ação maléfica dos radicais livres, evitando assim o envelhecimento precoce.

>. Para quem tem azia e gastrite, o limão possui substâncias que facilitam a digestão e ajudam no controle dessas doenças. Apesar de no estado natural ter como princípio ativo o poderoso ácido cítrico, este, em contato com o meio celular, no interior do nosso organismo, é transformado durante a digestão e comporta-se como um alcalinizante, ou seja, um neutralizante da acidez interna.

Nenhum alimento sozinho faz mágica ou milagre! Tenha hábitos saudáveis e pratique atividade física! Procure sempre um nutricionista!

Fonte: instagram: asmelhores dicas

02 ago

MELHORE SUA AUTOESTIMA!

2-8-cuide-se-autoetima-2

Autoestima é a opinião e o sentimento que cada pessoa tem por si mesma; é a capacidade de respeitar, acreditar e amar a si mesma. A autoestima é um trabalho diário e exige dedicação na mesma proporção que se dá aos filhos, ao companheiro, ao conhecimento, à carreira, à saúde e à beleza.

Para manter a autoestima, faça a si mesma o que você faz aos outros: incentivar, admirar, elogiar, desejar o melhor, tratar bem, com carinho e atenção. Ao se proteger, você preserva sua dignidade, não permitindo abusos. Se alguém te “atacar”, terá forças para reverter o problema a tempo, pois quem tem autoestima reconhece sua capacidade e confia nela.

A autoestima elevada é a condição vivida por pessoas que são elogiadas, apoiadas, autoconfiantes, que têm amor próprio, não vivem em conflito e não são ansiosas e inseguras. A baixa autoestima é o sentimento que se manifesta em pessoas inseguras, criticadas, indecisas, depressivas e que buscam sempre agradar outras pessoas.

Baixa Autoestima

A baixa autoestima revela uma pessoa que não expressa os seus sentimentos, que os guarda a sete chaves. Na tentativa de ocultar os seus sentimentos para os outros, ela acaba tornando-se mentirosa para si mesma.

Quais são as características mais comuns dessas pessoas?

Possuem tendências perfeccionistas e precisam se sentir no controle de tudo o que acontece a sua volta — o que provoca altos níveis de stress.

  • Tendem a ser negativas.
  • Preocupam-se demais com o que os outros vão pensar dela.
  • Culpam os outros pelos seus problemas.
  • Têm pouca concentração e geralmente são causadores de problemas.
  • Não pensam em si, somente nos outros.
  • Evitam emitir suas opiniões, gostos, valores, pensamentos e sentimentos.

Perde-se a autoestima quando se passa por muitas decepções, frustrações; ou em situações de perda, ou quando não se é reconhecido por nada. Também quando não somos valorizados ou nunca recebemos elogios.

O que nos abala na realidade não é a falta de reconhecimento por parte de alguém, mas principalmente a falta de reconhecimento por nós mesmos! Deste modo, sua autoestima, no final das contas, é determinada por você mesma: pare de culpar seus pais, parentes, amigos ou colegas pela deterioração da sua autoimagem. Quem tem que se preocupar com ela é você, não os outros; não permita que eles a contaminem.

Como aumentar a autoestima?

As pessoas que possuem uma autoestima alta e positiva são capazes de superar qualquer situação que traga uma dificuldade ou desafio todos os dias. No outro lado da moeda, quem mantém uma autoestima baixa só se permite limitar e fracassar. Confira algumas dicas para melhorar a sua autoestima:

  • Não fique presa as coisas que aconteceram no passado. Não generalize as experiências negativas que você viveu ao longo da sua vida. Aceitar que você não é perfeita e que pode ter defeitos é necessário para se permitir fluir desfrutando da sua verdadeira essência, além de aceitar que o que aconteceu uma vez não tem que acontecer de novo.
  • Preste atenção nas suas conquistas e sucessos. Essa é uma das melhores formas de melhorar a nossa autoestima pessoal. Para ter uma boa autoestima, é necessário reconhecer em nós mesmos a capacidade de fazer as coisas bem nas diferentes parcelas que compõem a nossa vida. E nunca podemos nos esquecer de nos esforçarmos para conseguir alcançar os nossos objetivos.
  • Nunca se esqueça de agir de forma coerente com o que você pensa e sente. Acima de tudo, nunca deixe de confiar em si mesma. Lembre-se de todas nós temos nossa própria percepção da realidade, e por isso não precisamos nos preocupar tanto com o que os outros pensam.
  • Acostume-se a perceber e a valorizar as características boas que você tem e das quais sente orgulho. Os seus pontos fortes e fracos são um tesouro, pois fazem com que você seja extraordinário e único para qualquer outra pessoa.
  • Nunca deixe de aceitar a si mesma e aquilo que você é. Em você reside o poder de realizar tudo aquilo que sonha, com suas virtudes e imperfeições. As relações autênticas e sinceras estão ligadas pela aceitação do que realmente somos.
  • Não se compare aos outros. Pode ser que você se considere pior do que os outros, mas lembre-se de que sempre haverá um aspecto na vida em que você vai ser melhor que alguém. Portanto, só vale a pena fazer comparações se a finalidade for para obter uma aprendizagem positiva e prática.
  • Concentre-se em melhorar aquilo que você considera que não está satisfeito consigo mesmo. Esta é uma boa forma de aumentar a sua autoestima pessoal, já que permite evoluir tanto interna como externamente. Identifique o que você gostaria de mudar ou conseguir. Em seguida, trace um plano de ação para começar a avançar nas mudanças necessárias para alcançar seu objetivo.

Fonte: https://belezaesaude.com/autoestima/