17 maio

HIDRATAÇÃO DA PELE: IMPORTÂNCIA, COMO HIDRATAR, PRODUTOS E DICAS

17-5-beleza-hidratacao

A importância de hidratar a pele
Como a pele é o maior órgão do nosso organismo, ela também é a nossa primeira barreira protetora. Porém, se ela não estiver devidamente hidratada, a pele não é capaz de nos proteger contra a ação de agentes externos, como frio, vento e poluição.
Além disso, ela também protege o restante do organismo da ação de microrganismos e substâncias irritantes que podem resultar em alergias.
E, quando o assunto é hidratação, existem muitas perguntas que a gente se faz, não é mesmo? Então confere aqui as respostas que você sempre quis saber!

Por que a pele desidrata?
A pele pode ficar desidratada por uma série de fatores. No inverno, por exemplo, isso acontece porque o ar fica mais frio e mais seco, devido à baixa umidade atmosférica, além do vento.
Como a pele está constantemente em contato com o ambiente, quando ele está mais seco ou frio, há uma perda de água, resultando na desidratação.
Isso pode ocorrer em dois níveis: a desidratação epidérmica, que ocorre na camada mais superficial da pele, e a dérmica, que é a camada responsável por sustentar a derme. Também é comum haver desidratação em ambas, o que causa bastante desconforto em peles mais maduras ou sensíveis.
Enquanto isso, em ambientes mais úmidos e quentes, há uma tendência de ela ficar mais lubrificada e transpirar mais.

Outras causas para a desidratação da pele, podem ser:

>Fatores genéticos
Assim como herdamos características dos nossos pais, como a cor do olhos, a textura da nossa pele também se dá por fatores genéticos. A hidratação da nossa pele é resultado de um mistura de herança genética (cerca de 60%) com hábitos e ambiente (40%).

>Envelhecimento
Muitas pessoas sabem da importância do protetor solar quando o assunto é envelhecimento precoce. Porém, o que muitos desconhecem é que uma pele bem hidratada também é essencial para disfarçar ou até mesmo retardar o envelhecimento precoce.
Uma pele que está ressecada adquire um aspecto opaco, áspero, sem elasticidade e, muitas vezes, com descamação. Assim, ela aparenta ser mais velha e desgastada do que ela realmente é. Juntamente disso, quando ela está ressecada, rugas e pequenas linhas de expressão podem ficar mais visíveis.
Além disso, o próprio processo de envelhecimento está associado com a perda de colágeno e água da pele.
Então, com a prática constante de hidratação, os nutrientes e água que a pele vai perdendo com o tempo são repostos, podendo retardar o envelhecimento ou ao menos minimizar sua aparência.

>Menopausa
Durante menopausa, a maioria das mulheres sente uma mudança significativa na pele, principalmente no que diz respeito a hidratação e flacidez.
Além da queda gradativa da produção de hormônios como estrogênio e progesterona, há também a perda de fibras elásticas e colágenas. Com tudo isso, o resultado é uma pele mais rssecada, além de perda da elasticidade e do tônus.

>Doenças
Algumas doenças como o hipotireoidismo, psoríase, eczema de contato, ictiose e neurodermatite também podem acarretar em uma pele mais seca que o normal.

Como saber se minha pele está desidratada?
Quando o assunto é hidratação da pele, a gente sempre acha que pode melhorar, não é mesmo? Porém, às vezes não é uma questão de escolha e sim de necessidade.
Então se você quer descobrir se sua pele está realmente desidratada, existe um pequeno “método”.
Com o polegar e o indicador, aperte a sua pele, por alguns segundos, de modo que forme um risco no meio. Depois, solte-a e fique observando a área apertada. Se o risco permanecer na pele, isso é um indicativo de que ela está ressecada.
A falta de viço e luminosidade, aliados a sensação de repuxamento, também são sinais de uma pele desidratada.

Cuidado: pele seca x pele desidratada
Muitas pessoas confundem ou acham que pele seca e pele desidratada se trata da mesma condição da textura da pele. Porém, apesar de ambas possuírem sintomas bem parecidos, elas se tratam de situações distintas.
Como já dito acima, 60% da textura da pele se dá por herança genética. Então, nesse caso, sua pele pode ser seca, por fatores genético, mas mesmo assim estar desidratada.
Da mesma forma, uma pele que não seja seca também pode ficar desidratada.

Resumindo: a pele seca é uma condição imutável, enquanto a pele desidratada é um estado.

Mecanismo de hidratação da pele
Durante a escolha do seu hidratante, também é importante conhecer os diferentes mecanismos que esses hidratantes podem ter:

>Hidratação por oclusão
Nesse processo, os ativos presentes no cosmético são capazes de promover uma redução da evaporação da água no estrato córneo, uma camada mais externa da pele, composta por células achatadas e mortas, que funcionam como um barreira protetora.
Além disso, ele é capaz de manter a umidade das camadas mais profundas, graças a presença de óleos, e também possui a capacidade de retardar a evaporação da água.
Assim a desidratação da pele é impedida, pois retarda ainda mais o processo de evaporação da água. Os produtos que utilizam tal mecanismo formam uma barreira protetora, à base de lipídios pois, assim como água e óleo não se misturam, lipídio e água também não.

Então, dessa forma, a água fica instalada entre a pele e a camada lipídica, não conseguindo evaporar.

Portanto, os cosméticos com emulsões cremosas e com óleos vegetais na composição promovem uma hidratação por oclusão.

Esse método é indicado para pessoas com a pele seca.

Hidratação por umectação
Na hidratação por umectação, as substâncias do produto retém a umidade do ar e assim podem utilizá-la para a hidratação da pele, promovendo então a emulsão natural da pele.
Já nesses cosméticos, as substâncias mais encontradas são os gliceróis e o D-pantenol. Além desses, o colágeno também é um ingrediente bem recorrente na composição de tais produtos.
Ele é muito importante, pois em sua cadeia há muitos radicais de prolina e hidroxiprolina, que por formarem uma estrutura macromolecular, não são absorvidos pela pele, ou seja, ela continua hidratando o tecido epitelial.
Além disso, esse processo pode ocorrer de dois modos, atuando em níveis diferentes, na superfície da pele ou por meio de mecanismos intracelulares.

Esse processo é indicado para pessoas com peles oleosas.

Hidratação ativa
As emulsões misturam os dois mecanismos anteriores. Esse processo possui uma fase lipídica, responsável por promover a oclusão, e uma fase aquosa com ingredientes higroscópicos, capazes de proporcionar a hidratação.
Na composição desses cosméticos, são encontrados aminoácidos, ureia e ácido hialurônico, que são considerados hidratantes biológicos.

As peles que mais se beneficiam desse tipo de ação são as normais e secas.

Quais são os principais ativos hidratantes
Muitas pessoas tem curiosidade em saber quais são os principais ativos nas loções e cremes hidratantes, então separamos os mais comuns:

.Ceramida;
.Esqualeno;
.Olesterol;
.PCA;
.ADN;
.NMF;
.Lactato de Amônia;
.Ureia;
.Alfa-hidroxiácido (ácido glicólico e ácido láctico);
.Oligoelementos;
.Fosfolipídeos;
.Ácido hialurônico.

Como aplicar o hidratante
Uma outra etapa muito importante na hora de hidratar a sua pele é o momento de aplicação do hidratante. Ele deve ser espalhado com movimentos circulares, firmes e constantes, mas sem aplicar uma força exagerada.
Em regiões como do bumbum e pernas, a aplicação deve ser de baixo para cima, e nos braços de dentro para fora.
Também é importante que a aplicação do hidratante seja feita quando a pele já estiver seca, assim ela irá absorver muito melhor o produto. Além disso, é fundamental massagear a pele até que o hidratante seja totalmente absorvido.

Outros modos de conseguir uma pele bem hidratada
Existem alguns hábitos que devem ser adquiridos se você deseja ter uma pele bem hidratada. Uma vez que esses hábitos sejam incorporados na rotina, os benefícios já começaram a aparecer.

>Sudorese
Acredite se quiser, a sudorese contribui para a hidratação da pele. Isso porque, existem muitos sais minerais no suor, que ao se misturarem com o sebo, formam emulsão epicutânea natural de hidratação.
Além disso, o suor ainda é capaz de potencializar a ação de loções hidratantes.
Apesar disso, é sempre bom ficar atento ao excesso de suor, pois com ele há muita perda de água que só pode ser reposta com a ingestão de líquidos, preferencialmente a própria água.

>Produtos com hidroxiácido
Por ser um componente com inúmeras propriedades que favorecem a pele, a busca por produtos que possuam esse ingrediente na composição é bem importante.
Ele é capaz de promover a estimulação da taxa de renovação da epiderme, por exemplo. Com ele, a barreira cutânea é fortalecida e isso evita que a água evapore ou que haja uma perda excessiva.

Hidratação nos horários certos
Se você deseja ter uma pele bem hidratada, saiba que não adianta passar o hidratante em qualquer momento do dia.
O ideal é que o seu corpo receba o hidratante logo após o término do banho, para que a sua pele fique balanceada, pois, como já explicado acima, o banho muito quente pode ressecar a cútis.
Outra alternativa é hidratar a pele durante o banho, com cremes ou óleos. A absorção pode ser ainda maior, pois o sabonete retira os lipídios cutâneos, abrindo ainda mais canais para a penetração do hidratante.
Já a hidratação do rosto deve ocorrer durante a noite, também após o banho. E, caso a pele seja muito seca, ele também deve ser aplicado de manhã, antes do protetor solar.

A queridinha vitamina C
Você com certeza já se deparou com uma série de cosméticos, ou melhor, dermocosméticos, que possuem vitamina C, não é mesmo?
Ela é recorrente nos dermocosméticos pois é um verdadeiro trunfo. Suas propriedades antioxidantes e a capacidade de manter preservadas tanto as estruturas como as funcionalidades da pele ajudam, também, na hidratação.

Aposte em nutricosméticos
A maioria dos nutricosméticos possui em sua fórmula componentes como vitamina E, colágeno marinho, licopeno e beta-caroteno, que podem ajudar tanto na hidratação como no fortalecimento da barreira da pele.

Hidratação interna
É claro que se tratando de hidratação, a ingestão de água não poderia faltar. Todas as outras dicas citadas acima de nada ou pouco adiantarão se você não estiver hidratado de dentro para fora.

Alimentação
Uma alimentação balanceada também é muito importante para que seu organismo fique equilibrado e possa absorver as hidratações. Além disso, a ingestão de frutas, por exemplo, pode ser uma ótima alternativa para ingerir ainda mais água e deixar sua pele mais bonita.

Fonte:https://minutosaudavel.com.br/hidratacao-da-pele/

25 abr

5 RAZÕES PARA VOCÊ NUNCA MAIS DORMIR COM O CABELO MOLHADO!

24-4-cuide-se-cabelomolhado

Tomar um banho antes de dormir pode afastar a insônia e problemas de fadiga, por isso muitas mulheres preferem lavar o cabelo à noite, embora o hábito atraia centenas de males.

Você costuma dormir com os cabelos molhados? A partir de hoje você nunca mais vai querer fazer isso!

Na correria que vivemos costumamos tomar banho a noite e lavar os cabelos e como consequência não damos tempo para ele secar naturalmente. Se você é adepto disso saiba que os malefícios vão muito além da saúde dos fios, mas também do couro cabeludo e da sua própria saúde.

Quando dormimos com o cabelo molhado facilitamos a proliferação dos fungos. Isso porque nosso próprio travesseiro já é um ambiente propicio para sua proliferação e ainda quando dormimos ficamos com os cabelos úmidos e quentes junto ao travesseiro e isso é tudo que os fungos precisam para se proliferarem com maestria. Esses fungos são os causadores da seborreia popularmente conhecida como caspa.

Claro que além deste fator existem vários outros que contribuem para o seu aparecimento, como o estresse, alimentação não adequada, xampu e condicionadores de baixa qualidade ou usados em excesso, entre outros. Portanto se você já sofre com a seborreia a primeira coisa que deve fazer é parar de dormir com o cabelo molhado.

Além da seborreia vamos mostrar agora o que pode acontecer se você dormir com os cabelos úmidos ou molhados.

  1. Dores de Cabeça

A noite enquanto dormimos a temperatura corporal cai bastante e se você for dormir com os cabelos molhados, irá dificultar que seu organismo mantenha a temperatura e isso pode gerar dores de cabeça.

  1. Proliferação de Bactérias

Esta é uma das razões para você nunca mais dormir com o cabelo molhado. Além disso, sabemos que o travesseiro é cheio de fungos e bactérias que provém de células mortas, suor e outros fatores. Isso tudo aliado a umidade dos seus cabelos pode acabar aumentando ainda mais a proliferação de bactérias.

  1. Quebra dos Fios

Se você se preocupa em manter os cabelos fortes e saudáveis, deve evitar ao máximo o mau hábito de molhá-lo ao tomar uma ducha antes de dormir. Essa prática gera um forte enfraquecimento dos fios e, pouco a pouco, aumenta a suscetibilidade à quebra e à queda excessiva.

  1. Problemas de Pele

A umidade dos cabelos durante o período de descanso aumenta o risco de sofrer com problemas de pele, já que os micro-organismos têm aí o ambiente ideal para proliferar. Diferentemente de quando você lava os cabelos durante o dia, à noite ele não conta com ar suficiente para secar por completo. Ao encontrar o calor no travesseiro, cria o clima perfeito para fungos e bactérias. Como consequência, podem aparecer micoses e irritações no couro cabeludo e na pele ao redor da linha do cabelo.

  1. Coceira e Inflamação

Esta é uma das razões para você nunca mais dormir com o cabelo molhado. Além disso, os fungos que se proliferam na pele por causa do cabelo molhado podem causar inflamação e coceira, inclusive depois de secar o cabelo. Esse sintoma pode se tornar recorrente e, muitas vezes, demora vários dias para desaparecer quando não é tratado adequadamente.

Portanto agora que você já sabe que dormir com os cabelos molhados pode te fazer mal, evite fazer isso e assim terá uma noite tranquila.

Fonte: https://www.saudecuriosa.com.br/5-razoes-para-voce-nunca-mais-dormir-com-o-cabelo-molhado/

09 abr

PRÓPOLIS: CONHEÇA OS BENEFÍCIOS

26-3-saude-propolis

O ditado popular já dizia: própolis é um santo remédio. Mas será que o remedinho receitado pela vovó funciona de fato? Produzida pelas abelhas, ela resulta da mistura de substâncias colhidas do pólen e das árvores com as secreções da própria abelha.

A combinação dá origem ao produto, que é rico em aminoácidos, vitaminas e bioflavonoides, tornando a própolis um poderoso antioxidante com ação antibiótica. “Seu uso tem indicações específicas que devem ser respeitadas”, explica o zootecnista Sílvio Lengler, professor de apicultura da UFSM (Universidade de Santa Maria, RS).

Composição química do própolis

Resinas e bálsamos aromáticos: 50%
Ceras: 25 a 35%
Óleos essenciais: 10%
Grãos de Pólen: 5%
Minerais: alumínio, cálcio, estrôncio, ferro, magnésio, silício, titânio, bromo e zinco.
Vitaminas: pró-vitaminas A e todas do complexo B.
Flavonoides: Ésteres cafeinados.

Benefícios para a saúde

Ação antibacteriana: o própolis é popularmente conhecido como sendo um antibiótico natural. A grande vantagem de seu uso em relação aos antibióticos comuns é que ele destrói as bactérias nocivas, preservando as benéficas, como é o caso das bactérias da flora intestinal.

Alguns estudos apontam que as bactérias não criam resistência ao própolis, como acontece com os antibióticos sintéticos, impedindo que estas se tornem mais nocivas, perigosas e resistentes.

Antiviral: é um poderoso aliado no combate dos vírus do herpes e da gripe. Também previne o aparecimento de constipações, pneumonias, resfriados e doenças do aparelho respiratório.

“A Universidade Federal de Santa Catarina realizou recentemente um estudo confirmando a ação bronco dilatadora e analgésica do própolis”, explica o especialista.

“Conclui-se que o própolis pode ser usado tanto na prevenção como no tratamento da gripe, asmas, bronquites e resfriados. Seu uso já é consagrado no tratamento de sinusites, amidalites e renites”, continua.

Antifúngica: sua ação estende-se ainda a fungos, como a Candida albicans, responsável por infecções vaginais, bucais e no sistema digestivo. “O própolis também tem ação antimicótica, atuando sobre alguns fungos e leveduras, principalmente micoses e coceiras no corpo, fungo de unha e dermatite seborreica. Nestes casos, utiliza-se xampus à base de própolis, pomadas e extrato de própolis”, explica o zootecnista.

Função imuno estimulante: estudos científicos também apontam o benéfico da própolis para o fortalecimento do sistema imunológico. O fato de estimular as células imunológicas torna a própolis um potente agente anti-infeccioso. “Ela estimula a produção de células produtoras de anticorpos e globulinas, importantes para pacientes com baixa resistência”, diz Sílvio.

Combate os radicais livres: além de possuir ação antioxidante, que bloqueiam a ação dos radicais livres sobre as células saudáveis, a própolis preserva a ação da vitamina C, um potente antioxidante antienvelhecimento.

Função cicatrizante e regeneradora dos tecidos: a presença de flavonoides e aminoácidos, considerados regeneradores dos tecidos, torna a própolis eficaz no tratamento de dermatites, feridas, úlceras e queimaduras. “Sabe-se que a maioria das úlceras gástricas são causadas pelo bacilo Heliobacter pilori, que é altamente sensível à própolis. Isso justifica o seu emprego no tratamento de infecções gástricas”, explica o apicurista.

Alívio de dores: sua função anestésica faz da própolis um excelente suplemento no combate de amidalites, dores de garganta, dor de dentes, entre outras.

Indicações para utilização da própolis

– Em doenças inflamatórias superficiais, como estomatite, amidalite, gengivite, piorreia alveolar, hemorroidas. No caso de estomatite e inflamações da garganta, o extrato alcoólico traz melhores resultados, uma vez que cria uma película protetora no local onde foi passado;

– Também é indicada para evitar a fadiga, melhorar as ulcerações e inflamações e amenizar os sintomas do reumatismo, do diabetes e da hipertensão;

– Fortalecimento da ação imunológica pela ação de linfócitos, estimulação do organismo enfraquecido, redução dos efeitos colaterais de anticancerígenos e radioterapia;

– Prevenção e tratamento de pneumonia crônica e bronquite infantil;

– Tratamento de queimaduras graves e efeitos sobre doenças dermatológicas.

Contraindicações

Mesmo com tantos benefícios o própolis deve ser usada com cautela: “devemos lembrar que a própolis não é um remédio milagroso para todos os males e, em função de suas propriedades, deve ser utilizada com cautela e só quando necessário”, explica.

Também há a dose correta para evitar intoxicações. “Mais de 60 gotas por dia da própolis é considerada uma dose elevada.”

Uso oral

O própolis para uso oral deve ser preparada sempre por laboratório e apresenta-se usualmente na forma de extratos, spray bucal, pastilhas, balas, suspensão, xaropes, comprimidos e em gotas. A substância jamais deve ser manipulada em casa.

Uso cosmético

Existe uma infinidade de cosméticos à base de própolis, como xampus, cremes faciais e outros. Embora muito eficientes no tratamento de problemas como a caspa, acnes e alergias, devem ser usados somente diante prescrição médica. “Muita gente acha que os cremes e xampus são de uso cosmético e podem ser usados livremente, mas acabam se intoxicando ou intensificando o problema”, finaliza o zootecnista.

Fonte:http://www.minhavida.com.br/saude/materias/10818-propolis-assume-funcoes-de-remedio-natural-multiuso

21 mar

POR QUE A TERCEIRA IDADE DEVE (MAIS QUE TODOS) BEBER ÁGUA?

19-3-saude-hidratacao

De uma hora para outra, Nirce Pinnaffi Kuvasney, na época com 78 anos, começou a ter lapsos de memória. “Nós falávamos e ela não fixava as coisas, precisávamos repetir”, conta a filha, Solange Kuvasney Marcolin, 61, coordenadora pedagógica de uma escola.

A família já tinha um exemplo de doença neurodegenerativa em casa, o marido de Nirce, já falecido, era portador de Alzheimer. Mas, no caso dela, bastou caprichar na hidratação durante o dia para que a mente voltasse a funcionar numa boa. “O médico avisou que eles precisavam tomar água e era nítido que, quando minha mãe fazia isso, voltava ao normal gradativamente”, conta Solange.

Hoje com 82 anos, Nirce vai para a cama com uma garrafinha ao lado e está mais atenta às goladas que dá. Procura beber água sempre que lembra.

Idosos sentem menos sede

O exemplo dela é apenas um de uma situação bem comum na terceira idade e que pode provocar confusão mental: a desidratação, que acontece nessa faixa etária causa, principalmente, por dois motivos. Primeiro, porque o idoso tem menos água no organismo que um adulto. “Logo, ele não só se desidrata com mais facilidade como sofre mais com os efeitos do quadro”, aponta Paulo Camiz, geriatra e professor da USP(Universidade de São Paulo).

Depois, o mecanismo que avisa que é hora de ingerir líquidos não funciona tão bem nessa fase da vida. “A pessoa esquece de tomar água não porque tem a memória ruim, mas porque não sente sede”, explica Fábio Porto, neurologista do Hospital das Clínicas de São Paulo.

Por que a confusão mental acontece?

Para manter o nível de líquidos equilibrados no corpo, o organismo usa um mecanismo chamado homeostase. “Se você bebe muita água, faz mais xixi, por exemplo e se precisa de líquidos, sente “, explica Porto. Quem controla esses processos são células no cérebro, especialmente na região do hipotálamo, que avaliam a concentração de sais no sangue. No idoso, a homeostase ainda funciona, mas não tão bem. “Ele tem que estar já desidratado para sentir sede”.

É uma via de mão dupla. O cérebro já não avisa mais que é hora de se hidratar e essa falta faz efeito justamente no órgão. É que a cabeça é um dos primeiros lugares a sentir a falta da água e, como o idoso tem menos líquidos disponíveis no organismo, ele pode apresentar sintomas como confusão mental, falta de memória e por aí vai.

Quanto tomar por dia

Para idosos saudáveis, a recomendação é de 30 ml por quilo de peso corporal. Ou seja, em uma pessoa de 70 quilos, pouco mais de 2 litros ao dia são o suficiente. Mas a quantidade ideal varia muito, por isso deve ser avaliada individualmente, especialmente na terceira idade, quando tantas variantes entram em jogo.

Por exemplo, quem toma medicações para pressão alta e outras com ação diurética precisa caprichar na hidratação, pois elas fazem o corpo eliminar mais líquidos. O mesmo ocorre com moradores de regiões quentes e praticantes de atividade física.

Por outro lado, portadores de problemas nos rins devem maneirar na hidratação, daí o segredo é dividir as goladas. É o caso de Aparecida Castilho, 78, aposentada. “Eu me sentia às vezes deprimida, sem vontade de fazer nada, como se estivesse com hipoglicemia, até que notei que melhorava ao tomar água”, conta. Como é portadora de doença renal, ela não pode tomar líquidos demais. “Então agora tomo pouca quantidade muitas vezes por dia, mesmo que não sinta vontade”, finaliza.

Sintomas da secura

Sabe quando levantamos rápido em um dia quente e vem aquela sensação de fraqueza, tontura? Esse é um dos sinais mais leves de que os níveis de água estão baixando no corpo. Depois, os órgãos começam a ser afetados. “Cérebro e rins são os primeiros a sofrerem com o quadro”, conta Camiz.

Por isso, o xixi amarelo mais escuro é um indício de que é preciso correr para beber água, assim como a confusão mental. Além da indisposição e desânimo descritos por Aparecida, podem ocorrer lapsos e outros problemas cognitivos, como dificuldade de raciocínio e de equilíbrio. “Não é como se a pessoa perdesse progressivamente a memória, é súbito, então a pessoa pode até achar que está tendo um derrame”, comenta Porto.

Na dúvida, converse com seu médico e, principalmente, não espere a sede chegar. Até mesmo porque, quando ela aparece na terceira idade significa que o organismo já está desidratado. “É um quadro sério que se não tratado, pode levar ao coma e, casos mais extremos, até a morte”, alerta Camiz.

Fonte:https://vivabem.uol.com.br/noticias/redacao/2018/03/12/por-que-idosos-devem-mais-que-todos-beber-muita-agua.htm

09 mar

POUCO MAIS DE 2H SEMANAIS DE QUALQUER EXERCÍCIO JÁ BENEFICIA SUA SAÚDE

06-3-saude-exercicio

Já é de conhecimento geral que atividades físicas melhoram nossa saúde. Sabemos que precisamos nos afastar do sedentarismo e dar uma chance para os exercícios, e essa missão pode ser mais fácil do que parece.

Um estudo publicado no jornal científico The Lancet mostrou que 150 minutos de exercício por semana já podem reduzir os riscos de doenças cardiovasculares e que todo tipo de atividade física é igualmente positivo para o coração.

“Nossas descobertas indicam que atividades não recreativas, como tarefas domésticas por exemplo, são tão benéficas na redução de riscos de morte prematura e doenças cardíacas quanto exercícios mais focados”, afirmou Scott Lear, autor da pesquisa e professor na Universidade de Ciências e Saúde do Canadá, em entrevista ao site Vox. É isso mesmo: limpar o chão da sua casa ou caminhar no seu horário de almoço por cerca de meia hora ajuda a evitar graves problemas de saúde.

O estudo avaliou por sete anos os níveis de exercícios e as taxas de doenças cardiovasculares de mais de 130 mil adultos que vivem em diferentes países, como Canadá e China. Os cientistas descobriram que aqueles que relataram ao menos 150 minutos de atividade física por semana eram muito mais saudáveis do que os sedentários, sendo menos propensos a ter ataques cardíacos, derrames e doenças cardiovasculares, e com menores chances de morrer de outras causas físicas.

Além disso, se exercitar por duas horas e meia por semana foi associado a uma redução de 28% nas chances de morte prematura e diminuição de 20% nos casos de doenças cardíacas.

Resumindo, não importa onde você está suando, se é na academia, correndo no parque, limpando a casa ou caminhando até o trabalho, o importante é manter-se ativo.

Fonte:https://vivabem.uol.com.br/noticias/redacao/2017/09/24/pouco-mais-de-2h-semanais-de-qualquer-exercicio-ja-beneficia-sua-saude.htm

19 fev

BANHOS RELAXANTES PARA DESACELERAR PÓS-CARNAVAL

15-2ficaadica-poscarnaval2

Preparamos uma seleção de banhos para voltar ao eixo após dias intensos de folia. Se você não tem banheira, pode prepará-los em um recipiente e jogar sobre o corpo após higienizar-se na água. Outra opção também é pingar as gotas no chão do box. As misturas também podem ser transformadas em escalda-pés, caso prefira. Pronta? Agora é só ligar a água morna e curtir o momento!

  1. Para relaxar

É comum voltar eufórica depois da maratona de blocos de rua e festas. Para quem estiver precisando acalmar os nervos, a especialista em desenvolvimento de aromas da L’eponge, Nathalia Carravetta ensina a preparar um mix de óleo de laranja, de lavanda e gotas de mel: coloque quatro gotas de óleo de laranja, quatro gotas de lavanda e três gotas de mel misturados à água. “A combinação desses três elementos ajuda a trazer a serenidade e tranquilidade necessária para voltar à rotina”, explica.

  1. Concentração

A terapeuta floral e aromaterapeuta Marcia Rissato, da Mona’s Flower recomenda um banho com gotas de óleo essencial de eucalipto. “Reserve quatro xícaras de água e misture a seis gotas de óleo. Deixe em infusão por aproximadamente 10 minutos e jogue sobre o corpo durante o banho. ” O eucalipto tem propriedades que aumentam a concentração e o raciocínio, além de controlar as emoções. Seus ativos também atuam nas dores musculares, muito comuns depois de tanta folia.

  1. Elimine as impurezas

Neste período, frequentamos lugares muito cheios e o fluxo de energia é muito grande. Por isso, é comum nos sentirmos um pouco mais fracos ou sentirmos falta de contato com o Eu interior. Quem quer restabelecer as energias e atrair bons fluidos, deve apostar na dica da naturóloga do W Spa Mariana Vitte Nardi: “Em um recipiente coloque água morna, um punhado de sal grosso, três gotas de alecrim e lavanda. Jogue sob o corpo após o banho de higiene”, indica.

Fonte:https://boaforma.abril.com.br/beleza/banhos-relaxantes-para-desacelerar-pos-carnaval/

07 fev

CHÁS DE VERÃO: DELICIOSOS E PODEROSOS PARA AJUDAR VOCÊ A SE SENTIR MAIS SAUDÁVEL

1-2-ficaadica-chas

Saudáveis, os chás gelados são ótimas opções de bebidas para o verão, garantindo refrescância e muito sabor. São práticos e fáceis de fazer, e ainda ajudam naquele detox para aproveitar com leveza a estação mais esperada do ano.

“Além de serem produtos naturais, com muito mais qualidades nutricionais, eles também oferecem uma maior possibilidade de criações”, sugere João Campos, proprietário da Chá Yê, casa especializada em chás de alta qualidade produzidos em pequenos lotes por diversos mestres da China. “Misturar chás com ervas, outras infusões e frutas é uma brincadeira sem fim, com potencial de gerar uma infinidade de sabores, cores e aromas.”

Você pode experimentar essas delícias geladas em lojas especializadas ou preparar algumas releituras na sua própria casa. Veja algumas dicas para começar agora mesmo. Saúde!

 >CHÁ PRETO COM HORTELÃ E LIMÃO

Em uma panela, coloque 2 litros de água e leve ao fogo médio para aquecer. Quando começar a ferver, desligue o fogo. Coloque seis sachês de chá preto e folhas de hortelã. Após a infusão de dez minutos, deixe esfriar e coe o chá. Junte o suco de um limão peneirado e sirva bem gelado.

>HIBISCO COM HORTELÃ E LIMÃO

Leve 500 ml de água para ferver. Depois disso, desligue o fogo e coloque duas colheres de sopa de chá de hibisco. Tampe o recipiente para infusão por 3 a 5 minutos. Depois disso, peneire o chá e junte com suco de um limão. Gelo, rodelas de limão e folhas de hortelã deixam a receita ainda mais refrescante.

>MATE COM LIMÃO

Ao estilo da bebida famosa nas praias cariocas, este é super fácil de fazer. Basta colocar 2 litros de água para ferver. Deixe na infusão seis sachês de chá mate ou a própria erva. O suco de um limão deixa o sabor ainda mais especial. Bem gelado, é ótimo para os dias de calor.

>CHÁ VERDE COM LIMÃO, HORTELÃ E GENGIBRE

Conhecido por acelerar o metabolismo, o gengibre é ótimo para quem estiver em um detox no verão. Junto a 2 litros de chá verde (seis sachês), basta acrescentar um pedaço de gengibre com casca cortado em rodelas e folhas de hortelã. Peneire e leve à geladeira.

>ROOIBOS, LAVANDA E CAPIM-LIMÃO

Em 400 ml de água quente, misture uma xícara de chá de folhas de Rooibos (Rica em antioxidantes, a planta possui um efeito detox, propriedades antialérgicas, entre outros benefícios). Uma colher de flor de lavanda e capim-limão finalizam a receita. Além desse chá ser muito refrescante, vale lembrar que a lavanda tem propriedades calmantes e pode até aliviar dores.

>LIMÃO, ABACAXI E HORTELÃ

Macere o hortelã com o açúcar e reserve. Esprema meio limão e adicione a outra metade no copo mais 200 gramas de abacaxi cortado em cubos. Acrescente gelo picado e a água. Para ganhar charme, sirva em copo alto decorado com abacaxi.

>ERVA CIDREIRA, CAPIM SANTO E LIMÃO

Após preparar 250 ml de chá de erva cidreira, misture 10 ml de melaço, 5 ml de limão, cinco folhas de capim santo e quatro gelos em cubo. Agite tudo em uma coqueteleira. Leve à geladeira antes de servir.

Fonte:https://www.msn.com/pt-br/estilo-de-vida/cabelo/chás-de-verão-deliciosos-e-poderosos-para-ajudar-você-a-se-sentir-mais-saudável/

18 jan

EXAGEROU NO SOL? VEJA O QUE FAZER QUANDO A PELE ESTÁ DESCASCANDO

16-1-saude-sol-exagerado

O desejo de estar bronzeada para curtir a estação mais quente do ano faz com que muitas pessoas não tomem as precauções necessárias na hora de expor a pele aos efeitos solares, causando ardência, manchas, ressecamento e descamação. A queimadura solar causa danos à epiderme – camada mais superficial da pele – que acaba descascando para ser completamente eliminada. “Os raios ultravioleta (UV) do sol estimulam a divisão das células da pele, enquanto o calor faz com que elas ressequem e morram. Assim, forma-se uma camada mais grossa de células mortas que acaba descascando”, explicou a dermatologista Carolina Stano, do Instituto da Pelle. Quando os primeiros sinais da descamação da pele aparecem, no entanto, é comum surgir algumas dúvidas quanto a ação ideal para que o processo não cause manchas ou desidrate a derme.

PREVENÇÃO É PALAVRA DE ORDEM NO VERÃO

A exposição ao sol, principalmente durante os dias mais quentes do verão, sempre necessita de alguns cuidados especiais, já que os raios ultravioletas penetram profundamente na pele, desencadeando diversas reações nocivas para a saúde da cútis, como envelhecimento precoce, aparecimento de manchas e descamação. Para evitar o dano tecidual, é importante não abrir mão do filtro solar, que deve ser reaplicado a cada 2 horas ou a cada mergulho na piscina ou mar. “Evite também o sol das 10 às 16h, e procure ficar um pouco à sombra nos horários de pico, evitando uma agressão excessiva do sol”, explicou a dermatologista.

O uso de chapéu, bonés e óculos escuros também é indispensável para passar o dia na praia. As mais vaidosas, no entanto, podem aproveitar a oportunidade para investir em penteados como tranças e rabos de cavalo que ajudam a refrescar e ainda dão um charme extra ao look com acessórios.

HIDRATAÇÃO É O TRUQUE PARA EVITAR QUE PELE FIQUE MANCHADA APÓS DESCAMAÇÃO

Se não tomou as precauções corretas e já está em processo de descamação, agora é a hora de hidratar a pele para evitar que as manchas se tornem permanentes, por isso, abusar dos cremes nesta fase é fundamental.

Puxar aquela pontinha da pele que está soltando pode parecer irresistível, mas o processo não é nada bom para o aspecto da região. “Se você tem uma casca ou pele que está aderida é porque ainda não houve cicatrização embaixo dela. Remover precocemente irá expor camadas profundas da pele, podendo deixar manchas”, explicou Carolina Stano, que afirmou ainda que qualquer ação esfoliante para acelerar o processo de descamação não é o indicado nesses casos, já que está retirando uma camada de células da pele sem que uma nova esteja pronta embaixo. A água quente e uma nova exposição ao sol também podem ser grandes vilões a pele, podendo causar danos mais profundos e manchas até mesmo permanentes.

Fonte: http://www.belezaextraordinaria.com.br/noticia/exagerou-no-sol-veja-o-que-fazer-quando-a-pele-esta-descascando_a1809/1

12 jan

BENEFÍCIOS DA ÁGUA MICELAR PARA A PELE

11-1-beleza-aguamicelar

Um único produto que dispensa o demaquilante e o tônico, e promete uma pele mais bonita e saudável. É a água micelar, novidade no Brasil, mas que já faz muito sucesso entre as mulheres francesas. É muito suave, mas tem o poder de limpar a pele, respeitando seu equilíbrio fisiológico.

Benefícios da água micelar

Segundo a dermatologista Silvia Zimbres, a grande vantagem da água micelar é que ela remove impurezas – inclusive a maquiagem – sem agredir ou irritar. E como suas fórmulas, em geral, são isentas de álcool e agentes químicos como parabenos e conservantes, é muito indicada para peles sensíveis. “Para quem tem a pele oleosa, é uma santa solução, pois, ao contrário dos demaquilantes comuns, a água micelar não causa acne”, afirma. Porém, se fizer uma maquiagem mais pesada, é recomendável usar os produtos mais tradicionais, para evitar resíduos.

Outra das muitas vantagens da água micelar é a praticidade. Como ela tem agentes calmantes e não precisa ser removida da pele, é possível abrir mão do tônico diário. “A rotina de beleza que inclui limpeza, tonificação e hidratação é reduzida para um ritual muito mais prático”, diz.

Como a água micelar age na pele

Sua ação é parecida com a dos produtos mais comuns. A diferença é que as águas micelares costumam apresentar nível quase zero de alergias em quem tem pele sensível. “Elas absorvem a sujeira da pele, eliminando-a completamente, sem que para isso precise agredir a barreira de proteção natural da pele”, afirma a dermatologista.

Ela explica que o produto é uma solução de limpeza com moléculas solúveis em óleo e em água, que geram micelas que absorvem as partículas de sujidade e as eliminam. Além de água, a composição pode misturar zinco e extratos botânicos. “A estrela, claro, é a tecnologia micelar. Trata-se de um agregado de moléculas com características polares e apolares. Na prática, é ela a responsável pelo mecanismo de limpeza da pele, que ocorre por absorção e arrastamento das partículas de sujeira, não agredindo nem irritando”.

As fórmulas costumam ser isentas também de álcool, corantes, parabenos e sabão, podendo ser usada até em volta dos olhos e nos lábios. “É uma excelente opção para as manhãs em que não temos muito tempo para nos dedicar aos cosméticos”, diz.

Como usar a água micelar

O produto deve ser aplicado com um algodão sempre que a pele precisar de limpeza: antes da maquiagem e ao voltar para a casa, no fim do dia. Não é preciso enxaguar o rosto depois para retirá-la.

Fonte:https://www.vix.com/pt/bdm/beleza/beneficios-da-agua-micelar-para-a-pele

27 dez

10 HÁBITOS SAUDÁVEIS PARA SUA VIDA

13-12-saude-vidasaudavel

Muitas vezes não temos tempo para cuidar da nossa saúde e bem-estar. Mas para um estilo de vida mais saudável, sempre precisaremos mudar nossas atitudes e termos mais consciência sobre nossas ações do dia a dia. Incluindo hábitos saudáveis, você mantém sua saúde física e mental, melhora a autoestima, ameniza os sintomas da depressão e da ansiedade, reduz o risco de doenças cardíacas e fortalece o organismo — enfim, aumenta sensivelmente sua qualidade de vida. Nosso corpo sempre reage de acordo com o tratamento que recebe. Existem alguns hábitos saudáveis simples que devemos cultivar. Seu corpo e sua mente agradecem! Abaixo estão algumas dicas, atitudes e passos que podem te ajudar nessa caminhada.

  1. Mexa-se mais!

Dê prioridade às escadas: Subir as escadas tonifica os músculos da perna, em especial as panturrilhas e as coxas, além de garantir um ritmo cardíaco mais apto e desenvolvido. Incorpore a caminhada nas suas atividades, cuide da sua casa, faça sua própria comida. Enfim, sempre que possível, tenha um dia ativo. O exercício ajuda a aumentar a energia, reduzir o estresse e ainda mantém o peso sob controle.

  1. Coma menos comida

Nosso corpo não precisa de tantas calorias assim. Comer menos não sobrecarrega o seu sistema digestivo, além de também melhorar o seu nível de energia. Comer menos também ajuda a controlar a ansiedade pelo açúcar. Inclua alimentos novos para tentar variar o máximo possível sua alimentação. O lema é comer de tudo e em pouca quantidade. Experimente!

  1. Lave suas mãos e beba mais água

Essas são dicas simples, que quando são feitas pode fazer muita diferença na sua saúde. A maioria das pessoas toca os olhos ou nariz uma vez a cada três horas. Esse costume não é bom, pois cada esfregada pode transportar vírus. O ar seco suga a umidade do nariz e da garganta. A capacidade de afastar os vírus antes que eles dominem o seu corpo depende de um fluxo constante de secreções, que são auxiliadas pela água. Então não se esqueça de incluir a água e chás.

  1. Priorize um bom sono

Cada vez mais se fala na importância de se ter um sono de qualidade. Dormir muito pouco (menos de cinco horas por dia) pode prejudicar até o coração. O sono é essencial para a saúde mental, a saúde da pele, para combater infecções e evitar a obesidade. Uma boa noite de sono proporciona clareza mental e energia para enfrentar o dia.

  1. Previna-se contra doenças

É importante a realização de check-ups todos os anos. Para a mulher, é vital fazer a mamografia, considerando o alto índice de câncer de mama e a sua facilidade de tratamento quando o câncer é descoberto logo em seu estágio inicial. O homem precisa policiar-se, conforme a idade, em realizar o exame de próstata que apresenta as mesmas características do anterior: é facilmente tratável quando descoberto no começo. Fazer também os exames de sangue para se detectar doenças precocemente.

 

  1. Aproveite o tempo no trânsito

Quando parada no trânsito, contraia os músculos abdominais, mantendo uma posição ereta da coluna. Esse exercício pode ajudar a definir o abdômen, ajudando a fazer aquela gordurinha indesejada ir embora. Aproveite esse tempo para escutar uma música ou até estudar na forma de áudios.

  1. Separe um tempo para você

Mais do que apenas sua saúde física, é necessário que você descanse sua mente. E você tem diversas ferramentas à sua disposição, que vai desde a simples contemplação até ouvir um pouco de música. Menos de 15 minutos por dia de meditação é o suficiente para que você se sinta melhor.

  1. Relaxe

Procure observar seu nível de estresse para que ele não acabe com sua saúde. O estresse pode causar úlceras, insuficiência cardíaca, contribuir para a hipertensão. Diversos estudos já ligaram o surgimento do câncer com o estresse. Leve a vida com mais leveza e bom humor. Isso não só afetará o ambiente em sua volta, mas também beneficiará sua saúde.

  1. Seja mais organizado com suas coisas — e organize sua mente

Ninguém gosta de ser desorganizado, mas colocar ordem em tudo exige tempo. Porém, quando nos acostumamos, tudo fica mais fácil. Para ser mais organizado, aprenda a cuidar do seu espaço e gerenciar melhor o seu tempo para ter oportunidade de fazer tudo o que precisa. Você também pode tentar ser mais eficaz e conseguir cumprir mais objetivos de forma rápida. Por fim, todo esse processo também reduz o estresse e a ansiedade, dando a qualquer um uma sensação maior de controle do cotidiano.

  1. Experimente o hábito da boa ação

Fazer boas ações não é somente ajudar quem é necessitado ou fazer algo fora do comum, mas sim alinhar suas ações para que elas sempre estejam criando algo positivo para você e para quem está ao seu lado. Viver de boas ações nos leva a um estado de pensamentos e energias mais positivas, o que consequentemente torna nossa vida mais saudável.

Fonte:https://belezaesaude.com/habitos-saudaveis/